10 julho 2013
Pessoa 1:

Saia da minha mente, saia de mim. Me odeie e arranje uma maneira de ir embora. Logo. Já não quero você aqui, como queria no começo de tudo. Parecia duradouro, não é? Mas não foi. Definitivamente não foi. Você já está agindo estranho a tanto tempo, então vamos parar antes que alguém se machuque.

Cada um pro seu lado, sem ressentimentos, ou mágoas. Vamos seguir em frente.

Pessoa 2:

Ah! Claro para você é fácil falar, afinal você só ficou comigo superficialmente. Só de fachada. E ainda quer que eu te ame. Ajo estranho por que você me dá motivos. No final é melhor a separação.
Adeus!



Adeus!
Postado por Mayara Vianar às 16:53

0 comentários:

Postar um comentário